Butantan adia entrega da Coronavac e Três Rios precisa readequar calendário de imunização

Em decorrência do adiamento da entrega de vacinas pelo Butantan, o município vai reprogramar o calendário de vacinação do COVID. Tal medida se impõe devido ao Ministério da Saúde ter prorrogado a entrega das doses que seria em abril. Desde 7 de abril, o Butantan, produtor da Coronavac, estava com a produção paralisada. Isso porque, segundo o Instituto, houve atraso na entrega do insumo farmacêutico ativo (IFA) da vacina, material importado da China.

Três Rios já estava atuando com essa perspectiva, monitorando e adaptando no dia a dia, os procedimentos para que essa possibilidade não venha prejudicar o andamento e as expectativas programadas.

A CoronaVac responde atualmente pela maioria das doses sendo aplicadas na campanha nacional de vacinação contra a Covid-19 no Brasil, já que o envase de doses da vacina da AstraZeneca pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vinculada ao governo federal, está atrasado.

Retomada de entregas no município 

O Governo Federal vai enviar 700 mil doses aos estados. O Rio de Janeiro receberá 78 mil doses, segundo o décimo segundo informe técnico do Ministério da Saúde. 

A previsão de entrega de mais doses de vacinas em Três Rios é no domingo, dia 25/04. O quantitativo de doses a cada município e a logística de entrega serão realizados pela Secretaria de Estado de Saúde e informados em breve.

A Secretaria de Saúde informa que, assim que o município receber os imunizantes, todos os idosos que tomariam a segunda dose esta semana, agentes da pasta estarão em contato para marcar o agendamento.

Ressaltamos que todos os que não tomaram a segunda dose ainda se encontram dentro do período apto de espera.

Confira a nota completa do Ministério da Saúde no link: https://covid19.tresrios.rj.gov.br/wp-content/uploads/2021/04/decimo-segundo-informe-tecnico.pdf

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com