Seja um doador de sangue

Nesta quinta-feira (25), foi o Dia Internacional do Doador de Sangue. E palavras como solidariedade e cidadania são conceitos bem apropriados para aqueles que se voluntariam a doar algo tão vital quanto o sangue. Em Três Rios, um grupo se mantém fiel a esses  princípios e exerce o voluntariado de forma mensal e contínua, desde 2017. Para eles, a vida faz sentido quando ela passa a ter sentido para a vida de alguém.

Participante da equipe de doadores voluntários, a Agente Comunitária da Unidade Básica de Saúde do Portão Vermelho, Geisa Aparecida dos Santos, falou sobre o serviço. 

“Basicamente atuo como link entre o Banco de Sangue e o nosso grupo de doadores. Onde agendo a data e viabilizo, junto com o grupo, a Van que é disponibilizada gratuitamente para o transporte dos doadores”. 

O trabalho que o grupo realiza se desloca para hemonúcleos que atendem a cidade é focado no banco de sangue de Petrópolis. Há outros hemonúcleos que atendem a demanda da cidade. Mas que atuam diretamente junto aos familiares dos pacientes para a captação dos doadores.

A longevidade do grupo de doadores de sangue de Três Rios muito se deve ao empenho e à participação de todos os mais de 100 voluntários, que interagem através das redes sociais divulgando as ações e identificando as necessidades a serem supridas.

Essa forma de agir tem possibilitado uma atuação duradoura, e que se pretende permanente. Geisa salienta que campanhas de incentivo e apoio para a causa seriam bem-vindos: “sempre pensamos em aumentar o número de voluntários e de doações para suprir a necessidade dos hemonúcleos e salvar mais vidas e possibilitar mais saúde, já que o ato de doar sangue é vida para quem recebe e para quem doa”.

Outras cidades têm incentivado e apoiado parcerias entre instituições públicas e privadas com soluções que favorecem o voluntariado como fonte constante para a manutenção dos hemonúcleos. Enquanto isso, a solidariedade e a cidadania cumprem o papel de manter a chama do voluntariado ativa, suprindo a carência por sangue com a força da vida.

SAIBA MAIS

Três Rios precisa da doação de todos os tipos sanguíneos, principalmente O+, O-, A+, A- e B+, que estão em nível crítico. Já o tipo AB+ está em nível de alerta.

De acordo com o hemonúcleo, é possível doar sangue em três pontos:

Unidade 1: Rua Conde de Irajá, 183 – Botafogo Rio de Janeiro
Horário de atendimento: das 08h às 16h, de segunda a sábado
Telefone de contato: (21) 2537-7440

Unidade 2: Rua Judith Maurício de Paula, 135 – Teresópolis
Horário de atendimento: das 8h às 12h, de segunda a sexta-feira
Telefone de contato: (21) 2741-4355 ou (21) 274-4300

Unidade 3: Rua Francisco Real, 974 – Padre Miguel Rio de Janeiro
Horário de atendimento: das 07h30 às 15h, de segunda a sexta-feira
Telefone de contato: (21) 2401-1382 ou (21) 3463-7652

QUEM PODE DOAR

pessoas com peso – de no mínimo – 50 quilos; ter entre 18 e 69 anos. Também podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade entre 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.

Quem não pode doar: quem teve diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade; mulheres grávidas ou amamentando; pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como aids, hepatite, sífilis e doença de chagas; usuários de drogas; aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos.

Para tirar mais dúvidas, entre em contato com o número: (24) 99257-6887. 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Skip to content