Prefeitura promove atividade em comemoração ao Dia Nacional dos Surdos

Em comemoração ao Dia Nacional dos Surdos (26 de setembro), a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Três Rios realizou evento na Câmara de Vereadores de Três Rios na última segunda-feira (27), onde discutiu ações e políticas públicas de inclusão. Participaram do debate o grupo Sinaliza Aí, pessoas surdas, familiares, militantes, professores e autoridades do Executivo e do Legislativo.

No encontro, a Secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Ana Paula Oliveira, apresentou pontos das propostas do Governo JOA para transformar Três Rios em uma cidade mais inclusiva. O encontro foi importante para propor a reflexão e o debate sobre os direitos e a luta pela inclusão desse grupo na sociedade.

Na ocasião, foi realizada uma apresentação musical do grupo SINALIZA AÍ, composto por pessoas surdas que têm se reunido para levar ao poder público suas dificuldades, pautas e sonhos. Além do relato de Sebastião, que contou suas experiências, outro ponto que emocionou os presentes foi a Oração do Pai Nosso em Libras.

A Secretária de Educação discorreu sobre as propostas que vão oferecer qualificação profissional às pessoas surdas, inicialmente com o curso de Vendas, agregado a outras qualificações que favoreçam a inclusão.

“Dentro desta proposta, vamos falar sobre cumprimento, agradecimento, forma de pagamento, e vamos propor um vídeo institucional para ficar acessível às pessoas que trabalham no comércio, demonstrando a maneira mais acessível e correta de atender as pessoas PCD”.

Essa decisão parte do ponto de vista de que um preparo melhor do comércio e da saúde em atender essas pessoa geram uma universalidade que agrega pessoas detentoras de poder econômico e em condições de pagar e adquirir bens e serviços.

Desta forma, tornando o tratamento mais acessível à singularidade dessas pessoas.
Outra ação debatida é estabelecer um contato maior com a Secretaria de Saúde para disponibilizar, nas Unidades de saúde, a ajuda de pessoas com deficiência, para recepcionar e tratar aqueles que acorrem às unidades, isso possibilitaria que todos pudessem ser assistidos.

A professora do CAPE (Centro de Apoio Pedagógico Especializado), Rosana dos Santos Oliveira Araújo, ainda pontuou que “essas barreiras vão cair. O primeiro passo foi dado. Temos sonhos e sonhamos com os pés no chão. Com essas pequenas ações podemos tornar tudo mais fácil”. Rosana finalizou com um agradecimento especial à Secretária Ana Paula, bem como o Governo JOA por praticar políticas públicas que agregam e oferecem ações mais inclusivas.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Skip to content